07/08/2020



Santa Casa de Campo Grande atinge 85% de ocupação dos leitos de UTI e preocupa

Hospital é a principal opção para transferências de paciente do Hospital Regional, referência para tratamento do covid-19 no Estado

Por João Paulo Ferreira - 09/julho/2020 - 11:11 | 0 comentários
Capital


A Santa Casa atingiu, na última quarta-feira (8), 85% de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 80% dos clínicos, na Unidade do Trauma, destinada como retaguarda para tratamento de pacientes de covid-19.

Principal opção para transferências de paciente do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, referência para tratamento da doença no Estado, a unidade anunciou que terá de remanejar pacientes para comportar as mudanças e absorver a demanda do HR.

No Regional, a lotação chegou a 98% de ocupação na última terça-feira (7), por isso a necessidade de enviar pacientes com enfermidades que não sejam covid-19 para outros hospitais.

De final de março até agora, já somaram 71 pacientes transferidos do Hospital Regional para Santa Casa, entre leitos clínicos e UTI. O patamar inédito de ocupação de leitos no Regional demandou mais transferências para hospitais públicos e filantrópicos. O plano, até ontem, era realocar 46 pacientes nestas unidades.

As transferências nem chegaram a ser feitas e a taxa de ocupação na Santa Casa preocupa. Ao todo são 120 leitos disponibilizados para tratamento das pessoas diagnosticadas com a covid-19, sendo 100 leitos clínicos e 20 de UTI.

 


Deixe um Comentário




Veja também