08/08/2020



Dia dos Namorados: Para manter o isolamento social, é preciso criatividade para comemorar a data

Por João Paulo Ferreira - 11/junho/2020 - 10:32 | 0 comentários
Colunas


O Dia dos Namorados, celebrado no dia 12 de junho, já se tornou uma tradição. Muitos casais se programam com semanas de antecedência para comemorar a data de um jeito especial. Mas afinal, o que o amor, celebrado nesse dia, significa?

De acordo com a psicóloga Mariela Nicodemos “o amor é inclinar-se ao outro sem abandonar o que é seu. É querer partilhar a vida com alguém. É ser inteiro para poder somar. Amar é atitude”.

E são várias as maneiras de demonstrar amor ao outro. Alguns expressam o sentimento dando presentes, oferecendo um jantar ou almoço especial, vale também passeios diferentes e românticos, e há quem prefira criar o presente com as próprias mãos, imprimindo na peça a personalidade do casal ou do “crush”.

Mas esse ano, por causa da pandemia do novo coronavírus, muitos casais têm optado por fazer algo mais reservado, a fim de evitar a aglomeração e a exposição desnecessária.

Juntos há três anos, Thaiz Barbosa da Silva e Roberto Brites Borges, sempre saem para jantar no dia dos namorados, mas esse ano decidiram não arriscar e farão uma programação diferente. “Não somos muito de trocar presentes, mas sempre saímos para comemorar. Esse ano será diferente, já separei uma garrafa de champanhe, vou pedir uma janta em casa e depois vamos dançar, que é uma cisa que gostamos muito de fazer”, conta Thaiz.

Casais da terceira idade também aproveitam a data para comemorar. Exemplo disso, é Elizabeth Yamashita Souto e Agton Ribeiro Souto,  juntos há 49 anos. Apesar de não se considerarem muito românticos, sempre fazem algo juntos no dia 12 de junho.

“A gente não é muito de dar presente, essas coisas, mas o Agton sempre me dá parabéns nessas datas logo cedo, tomamos café da manhã, almoçamos e passamos o dia assim, juntos. Às vezes até saímos para passear em algum lugar, mas esse ano vamos ficar aqui e eu vou fazer um pudim que ele gosta”, revela dona Elizabeth.

Já Sérgio, casado há 47 anos com Odeli, é outro entusiasta da data. “Nesse dia minha namorada (sua esposa) faz aniversário e, de um jeito ou de outro, sempre comemoramos. Tínhamos uma viagem programada para Florianópolis, mas por causa do coronavírus tivemos que adiar, então vamos reunir só nós, filhos, netos e noras para comemorar e depois curtir um namoro”, conta animado.

A exemplo desses casais, o que vale é a criatividade para não deixar a data especial passar em branco, e muito mais importante que os presentes nesse dia, é manter sempre o respeito, o carinho, a admiração e o companheirismo por quem se ama.


Deixe um Comentário




Veja também