04/04/2020



Pequenos negócios lutam para sobreviver em época de Covid-19

Coronavírus muda cenário, e quem mais sofre é o pequeno empreendedor

Por João Paulo Ferreira - 20/março/2020 - 13:50 | 0 comentários
Colunas


As ruas do centro da cidade estão desertas. Os shoppings fechados. As pessoas estão reclusas em suas casas esperando que o problema mundial do Covid-19 seja resolvido. Com o cenário da atual pandemia do coronavírus, os pequenos empreendedores sofrem com a queda dos clientes. Com a situação de emergência decretada em Campo Grande, e a proibição da aglomeração de mais de 20 pessoas, o jeito é tentar driblar com outros modos.

Segundo a empreendedora Luanna Peralta, do Laricas Cultural, desde a confirmação de casos em Mato
Grosso do Sul, o movimento caiu cerca de 70%. “Nós redobramos os cuidados, oferecemos álcool em gel para os clientes e colaboradores, e estamos higienizando muito mais as mesas, cadeiras e balcões, mas as pessoas não estão saindo de casa mesmo”.

E se as pessoas não estão saindo de casa, a ideia é levar o restaurante até elas. “Com as contas da inauguração ainda pendentes, não pensei duas vezes em fazer almoço e iniciar o delivery”. Luanna reforça ainda que o espaço, além do bar e café, tem lojas colaborativas de outras pessoas. “Aqui não é só o meu trabalho, aqui é o sustento de várias famílias que colaboram e dividem o espaço comigo”.

O Laricas Delivery entregará almoço das 11h às 14h. Já no período noturno, das 19h às 22h a casa oferecerá um cardápio variado, e traz de volta o queridinho da galera: o “laricaço”. Um lanche de isca de contra-filé no pão francês. Os pedidos serão recebidos pelo WhatsApp, atendendo o Centro e os bairros da região central, com a opção de retirada no estabelecimento. Ah, e é claro que a cerveja está inclusa no cardápio.


Deixe um Comentário




Veja também