07/08/2020



Exercitar-se na gestação garante benefícios para a mãe e o bebê

Algumas atividades podem ser feitas em casa enquanto a pandemia da Covid-19 não passa

Por João Paulo Ferreira - 14/abril/2020 - 8:29 | 0 comentários
Cotidiano


Exercitar-se é uma indicação para qualquer pessoa devido aos inúmeros benefícios que eles proporcionam tanto ao corpo como à mente das pessoas e, durante a gravidez, não é diferente. Praticar exercícios nesse período resulta em melhor qualidade de vida e bem-estar tanto para a mamãe quanto para o bebê que ainda vai nascer.

Entre os exercícios mais indicados para as gestantes estão o yoga, exercícios respiratórios, alongamentos, além de caminhadas e hidroginástica. E o melhor é que alguns deles podem ser feitos inclusive, sem sair de casa, especialmente nesse período de pandemia da Covid-19, onde muitas gestantes tiveram suas atividades suspensas em clínicas, academias e estúdios para evitar o contágio pela aglomeração de pessoas.

Outro efeito bastante positivo e essencial em meio ao momento difícil enfrentado pela população mundial por conta do novo vírus, é que os exercícios ajudam a reduzir o estresse, a ansiedade e a acalmar os nervos, até porque a própria gestação já ocasiona uma série de mudanças hormonais nas mulheres.

A fisioterapeuta Thais Jabrayan explica que a prática de exercícios gera conforto durante a gravidez, no parto e contribui com um pós-parto mais rápido. “Os exercícios são fundamentais durante a gestação, pois auxiliam na redução do inchaço, melhora da respiração, ameniza dores nas costas e fortalece a musculatura para o trabalho de parto. Além disso, ajuda na redução do risco de pré-eclâmpsia, melhora o funcionamento do intestino, ajuda no controle da glicemia em gestantes com diabetes, diminui o risco de depressão pós-parto e de parto prematuro e evita ainda a obesidade gestacional”, especifica.

Thais destaca que o mesmo bem-estar gerado na mãe durante a prática das atividades físicas é sentido também pelo bebê ainda está na barriga.

Segundo ela, é indicado fazer exercícios ao menos três vezes na semana, durante 40 minutos. O ideal é ter uma alimentação leve e saudável antes de qualquer atividade física e hidratar-se bem antes, durante e após o treino.

De acordo com a fisioterapeuta, é aconselhável obter a liberação prévia do médico para iniciar qualquer atividade física. “Qualquer gestante pode realizar exercícios, porém, é necessário a autorização do médico obstetra, que faz o pré-natal, pois existe casos que necessitam de uma atenção mais especial”, pontua.

Para a mamãe que não sabe por onde começar, vai aí uma dica de exercícios para respiração:

1-Sente-se com os pés bem apoiados no chão e as costas confortáveis, prestando bastante atenção na região lombar. As duas mãos devem ficar pousadas sobre o tórax.

– Inspire pelo nariz, depois, expire lentamente pela boca. Repita este exercício cinco vezes.

2 – Ainda sentada, com os pés bem apoiados no chão e as costas confortáveis, deixe as mãos agora na região abdominal, abaixo dos seios.

– Puxe o ar lentamente, percebendo que as mãos se afastam ligeiramente. Expire também devagar, notando as mãos se reaproximarem. Repita este exercício cinco vezes.


Deixe um Comentário




Veja também