02/03/2021



Primeiros imunizados contra Covid-19 relatam emoção e encorajam população

“É muito gratificante. A mensagem que fica para as pessoas é que não tenham medo, que tomem a vacina”

Por Redação - 19/janeiro/2021 - 16:59 | 0 comentários
Cotidiano


Em Terenos, município localizado a apenas 30 quilômetros da Capital, a campanha de vacinação contra a Covid-19, referente à primeira fase do PNI (Programa Nacional de Imunização), começou já nesta terça-feira (19). Os primeiros imunizados foram os profissionais da saúde e idosos de uma instituição de longa permanência.

A primeira terenense imunizada é a técnica de enfermagem do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Marilda Vieira da Silva, 50 anos, que há mais de 17 atua na saúde do município. Com emoção, ela destaca que o último ano foi muito difícil para todos, principalmente para os profissionais da saúde. “É muito gratificante. A mensagem que fica para as pessoas é que não tenham medo, que tomem a vacina”, acrescentou.

Do mesmo modo, a idosa Cândida Ferreira da Silva, de 92 anos, destacou a importância da vacinação para pessoas que, como ela, pertencem ao grupo de risco. “Eu acho importante e se Deus quiser vai ser bom para a gente, essa doença é muito horrível. Meu conselho é para tomar a vacina. Eu sou velha, mas eu procuro minha saúde melhorar”, disse. A dona Cândida é moradora do Lar dos Idosos São Vicente, instituição onde 34 idosos serão imunizados ainda nesta terça-feira (19).

Outro terenense pioneiro na vacinação contra o coronavírus é o motorista socorrista do Samu, Sérgio Antônio Martins, de 50 anos. O profissional ficou muito emocionado com a vacinação, porque atua há dez anos no Samu e 27 na saúde da prefeitura, sendo um dos colaboradores mais antigos nesta área.

“A sensação é de alívio e de torcida para que todos os brasileiros tomem essa vacina, para a vida voltar ao que era antes, foi um ano muito difícil para todos. A mensagem que eu deixo é que assim que chegar a vacina para todos, que não tenham medo, que vacinem e que mesmo vacinando se cuidem, porque um vírus que ninguém conhece direito”, acrescentou Martins.

“É muito gratificante”, afirma a técnica de enfermagem, Marilda Vieira da Silva.

As vacinas, em Terenos, foram aplicadas pela primeira-dama Cacilda Rocha Hildebrand Budke, que é enfermeira do HU (Hospital Universitário, da UFMS, em Campo Grande). “O sentimento é de emoção, a minha vida pessoal e profissional, com a pandemia, mudou muito, assim como da população inteira de Terenos e do nosso país. Eu sou intensivista, atuo em terapia intensiva, fui responsável pela abertura da UTI Covid no hospital em que trabalho, então vi coisas que não imaginava que ia ver algum dia. Essa vacina simboliza, sim, liberdade, mais esperança, e o nosso retorno à vida normal. Sou enfermeira com muito orgulho”, afirmou.

O início da vacinação dos profissionais da saúde em Terenos foi no CMMA (Centro Municipal de Múltiplas Atividades), em seguida, a equipe de saúde se deslocou para o Lar de Idosos São Vicente, para a imunização do grupo de idosos. As demais vacinações seguirão o cronograma que será divulgado pela prefeitura.

Para o prefeito municipal, Henrique Wancura Budke, o dia entrou para a história. “O sentimento é de esperança, todos estamos com pensamento positivo, acreditamos que breve conseguiremos voltar ao normal, e a vacina é o melhor caminho para isso. É simbólico começar com os profissionais de saúde, eles sofreram e sofrem com a doença e merecem ser os primeiros a ser vacinados porque são os que estão na frente de batalha do vírus”.

Outros municípios de Mato Grosso do Sul já começaram a vacinação contra a Covid-19, além de Terenos, como Naviraí, Maracaju, Batayporã, Anaurilândia, Nova Andradina, Campo Grande, Dourados, Corumbá, Jaraguari, Angélica, Sonora, São Gabriel do Oeste, Taquarussu, entre outros.

Momento histórico

A campanha de imunização contra a Covid-19 foi lançada nesta segunda-feira (18), com o ato simbólico de imunização de quatro sul-mato-grossenses pertencentes à primeira fase determinada pelo PNI (Plano Nacional de Imunização), sendo dois profissionais da saúde, uma indígena e uma idosa que mora em instituição de longa permanência. O evento foi realizado na sede do Hospital Regional de MS, unidade hospitalar de referência no tratamento da doença. As primeiras doses, 158 mil, serão suficientes para imunizar 79 mil pessoas em todo o Estado.

O governador Reinaldo Azambuja participou do ato e agradeceu o empenho dos profissionais da saúde, assim como dos primeiros imunizados. “Chegamos a um dia muito importante. Sempre fui um defensor do PNI – Programa Nacional de Imunização, que norteia todas as campanhas de vacinação e não podia ser diferente no caso do coronavírus”.

“Nosso pedido é que a gente despolitize a vacina. Não importa de onde venha, desde que salve vidas. Afinal, são mais de 2,6 mil famílias que perderam entes queridos”, salientou o governador.


Deixe um Comentário




Veja também