04/04/2020



Reinaldo Azambuja entra em acordo com Energisa e cortes de energia estão suspensos

Medida vale por 90 dias e foi adotada em razão da crise na economia provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Por João Paulo Ferreira - 24/março/2020 - 17:45 | 1 comentário
Cotidiano


O Governador Reinaldo Azambuja e o Estado acordaram junto a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e a Energisa a suspensão dos cortes de energia elétrica por inadimplência durante a crise causada pela pandemia do coronavírus. O anuncio oficial será feito ainda, porém serviços essenciais serão mantidos.

A medida vale por 90 dias, pode ser alterada e foi adotada em razão da crise na economia provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Pela decisão, a suspensão vale para todas as residências urbanas e rurais e para os serviços considerados essenciais, como hospitais.

A medida já vinha sendo defendida por entidades de proteção dos direitos dos consumidores como uma forma de ajudar as famílias.

A resolução também prevê outras medidas, entre as quais:

  • suspensão da entrega mensal da fatura impressa;
  • entrega pessoal de faturas;
  • suspensão do descadastramento de famílias da tarifa social;
  • suspensão de atendimento presencial ao público;
  • entrega pessoal de faturas;
  • suspensão do descadastramento de famílias da tarifa social;
  • elaboração de planos de contingência específicos para atender hospitais e locais usados para o tratamento da população.


Um Comentário

  1. Marcos guilherme disse:

    Parabéns pela atitude , Deus abençoe vcs governantes


Deixe um Comentário




Veja também