08/08/2020



Conheça a receita e a história da Saltenha! Um prato boliviano que caiu nas graças do sul-mato-grossense

Pastel assado recheado de frango desfiado é sucesso no MS

Por João Paulo Ferreira - 07/junho/2020 - 14:59 | 0 comentários
Cotidiano


Um pastel assado recheado de frango desfiado que é sempre lembrado pelos sul-mato-grossenses. Essa é a saltenha. Prato originário da Bolívia que caiu no gostos dos habitantes do Mato Grosso do Sul e hoje é consumido em todo o estado.

A saltenha é uma das heranças que os bolivianos deixaram para os moradores da cidade que faz fronteira com a Bolívia, Corumbá, e que depois se alastrou para o restante do MS. A primeira saltenharia do Brasil foi fundada no ano de 1978 na Cidade Branca, que atualmente possui várias destas lanchonetes tais como a Saltenharia do Nandinho por exemplo.

HISTÓRIA

Nas obras de Antonio Paredes Candia (historiador e escritor), é possível ler que, no início do século XX, a senhora Juana Manuela Gorriti, que mais tarde se tornaria esposa do presidente Manuel Isidoro Belzu, nascida na cidade argentina de Salta, teve de fugir para o exílio com a sua família, durante a ditadura de Juan Manuel de Rosas. Deixou todos os seus bens para trás e instalou-se em Tarija, na Bolívia. Durante muitos anos, a família Gorriti foi marcada por uma pobreza extrema. O desespero levou a família a começar a preparar uns pastéis que designava como “empanadas caldosas”, que eram típicas de algumas cidades europeias, na época.

A venda destes pastéis tornou-os muito populares, ao mesmo tempo que Manuela foi apelidada de “a saltenha”, devido à sua cidade de origem. Os pastéis foram lentamente ganhando popularidade em Tarija, tendo acabado por se converter numa tradição. Paredes Candia menciona que era comum dizerem às crianças: “vai buscar uma empanada da saltenha”. Com o passar do tempo, o nome de Manuela Gorriti foi esquecido, mas não a alcunha, razão pela qual a iguaria continua a ter o nome de saltenha.

RECEITA

MASSA:

  • 800 g de farinha de trigo sem fermento peneirada
  • 200 g de manteiga derretida
  • 1 ovo inteiro
  • 2 gemas para pincelar
  • 1 colher (sopa) de sal
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1 colher (sopa) de colorau
  • água morna até dar o ponto

RECHEIO:

  • 2 ovos cozidos picados
  • 1 peito de frango desfiado
  • 3 batatas médias cozidas e picadas em pedaços pequenos
  • 1 cebola pequena picada
  • 3 colheres (sopa) de molho de tomate (o molho tem que ficar bem sequinho)
  • 1/2 pimentão amarelo
  • 1/2 pimentão vermelho
  • 3 dentes de alhos
  • 100 g de azeitona verde ou preta inteiras e sem caroços
  • 50 g de uvas passas
  • 1 tablete de caldo de galinha
  • 3 colheres de óleo para refogar
  • sal a gosto
  • cominho a gosto
  • pimenta calabresa a gosto

MODO DE PREPARO

COMECE SEMPRE PELA MASSA:

 

  • Junte a farinha de trigo, o sal e o açúcar, misture bem e reserve.
  • Derreta a manteiga e, quando ela estiver completamente derretida, acrescente o colorau e misture bem.
  • Em seguida, despeje a manteiga com o colorau aos ingredientes e junte o ovo.
  • Misture tudo e vá adicionando a água morna aos poucos, até dar o ponto (o ponto correto é quando a massa começar a soltar da mão).
  • Cubra a massa com um filme de PVC ou um tecido úmido, e reserve.
  • Enquanto a massa descansa por cerca de 30 minutos, faça o recheio.

RECHEIO:

  • Comece refogando os pimentões, a cebola e o alho.
  • Em seguida, acrescente o frango e deixe dourar.
  • Logo após, junte um pouco de água para cozinhar os ingredientes.
  • Após isso, desfie o peito de frango, acrescente o tablete de caldo de frango junto com o cominho, a pimenta e o molho de tomate.
  • Acrescente as batatas, as passas, as azeitonas e, por último, quando o molho estiver pronto, adicione os ovos picados (lembrando que o molho tem que ficar bem sequinho).
  • Reserve em seguida.

MONTAGEM

  • Enquanto o molho esfria, estique a massa com o auxílio de um rolo.
  • Em seguida, com o auxílio de um prato de sobremesa, corte a massa em um círculo, recheie e feche como se fosse um pastel em meia lua.
  • Agora, vá dobrando a borda da massa, fazendo um zigue-zague.
  • Lembrando que a saltenha tem que ser assadas com as bordas viradas para cima e a massa deve estar bem crocante.
  • Pincele a gema e leve ao forno por aproximadamente 40 minutos.

 

 

 


Deixe um Comentário




Veja também