19/06/2021



Cultura resgata acervo com mais de 1 mil fotografias que contam a história de Dourados

As imagens estão organizadas em 19 álbuns e os primeiros registros datam o início nos anos 80

Por João Paulo Ferreira - 15/maio/2021 - 8:44 | 0 comentários
Cultura


A SEMC (Secretaria Municipal de Cultura) produziu um acervo fotográfico com mais de 1 mil registros, em 19 álbuns, que contam a história de Dourados. As fotos começaram a ser registradas a partir dos anos 80 e a expectativa é que seja realizada uma exposição quando houver uma melhora da pandemia.

De acordo com a assessora de planejamento, Daiane Theobald, o acervo é composto por imagens que estavam guardadas, mas não havia uma organização e poucas eram legendadas, com data ou com a explicação de qual evento se tratava.

“Foi um trabalho manual e comparativo, muitas ainda não conseguimos definir a data exata em que aconteceram, apenas o ano, mas conseguimos catalogar a maior parte delas e é importante manter esse arquivo para toda a história da cidade”, conta.

O secretário municipal de Cultura, Francisco Chamorro, destaca que a expectativa é montar esse trabalho para depois poder divulgar este acervo à estudantes e crianças.

“Essa organização do acervo é importante, pois, quando houver uma melhora na pandemia, nós planejamos realizar uma exposição e após isso os alunos poderão visitar em uma aula, ou servir de fonte para pesquisas”, aponta.

Ao todo, as fotos somam 19 álbuns e mostram diversos momentos que passaram pela história de Dourados, como a inauguração do próprio museu. As fotos também representam a evolução da fotografia. Os registros começam em preto e branco e vão ganhando cor, conforme a tecnologia avançou.

“Nós queremos que a população tenha uma conexão ao visitar esse acervo, como algumas são imagens recentes, é possível ao ver se conectar com a memória e lembrar desse tempo. Tivemos um exemplo aqui na SEMC, uma funcionária ao ver uma foto, se encontrou na imagem nos tempos em que cantava no coral e se emocionou ao ver toda a turma junta”, revela Chamorro.


Deixe um Comentário




Veja também