22/10/2021



Festival de Gastronomia da Avenida Bom Pastor entra no calendário oficial de Campo Grande

Projeto tem como objetivo promover a cultura e a gastronomia local, além de divulgar o comércio da avenida

Por João Paulo Ferreira - 18/12/2019 - 16:33 | 0 comentários
Capital


Na manhã da útlima segunda-feira (16), empresários da avenida Bom Pastor se reuniram com autoridades do município para discutir ideias para o uso do investimento de aproximadamente R$ 24 milhões, do programa Pró-Cidades, para a revitalização do corredor gastronômico do local. A ideia do município é melhorar a mobilidade na região, onde a rua é estreita e o fluxo do trânsito é grande, além de modernizar a via e projetar o paisagismo do local.

A via faz ligação da avenida Eduardo Elias Zahran com vários bairros, como o Rita Vieira e Jardim Itamaracá, e ainda é amplamente povoada. O local, por abrigar vários comércios e diversificados restaurantes, também é destino de um grande número de moradores da cidade e visitantes.  “A avenida Bom Pastor é reconhecida por ser um tradicional ponto da culinária da nossa Capital, com esse investimento poderemos estimular o desenvolvimento local e fomentar cada vez mais a nossa gastronomia.”, destacou o vereador Betinho (Republicanos), presente na reunião.

Também participaram da reunião a Coordenadora Especial da Central de Projetos, Catiana Sabadin, a secretária adjunta da Sedesc, Maria Betânia, o presidente da Associação dos Empresários da Avenida Bom Pastor, Leonardo Mangiapelo, e representantes da Sisep e Agetran.

Projeto aprovado

Durante a sessão ordinária da última terça-feira (17), foi aprovado na Câmara Municipal, o Projeto de Lei n. 9375/19, de autoria do vereador Betinho, que institui no Calendário Oficial do Município de Campo Grande-MS o Festival de Gastronomia da Avenida Bom Pastor e dá outras providências.

A inclusão do Festival de Gastronomia no Calendário Oficial, que anualmente é realizado no mês de agosto durante as comemorações do aniversário de Campo Grande, tem como objetivo promover a cultura e a gastronomia local, estimular o desenvolvimento da região, além de divulgar o comércio da Bom Pastor, considerado corredor gastronômico da Capital. “Estimular o desenvolvimento desta região não é apenas benéfico a gastronomia, iremos fomentar empregos e renda para os nossos cidadãos, e dessa forma iremos desenvolver ainda mais nossa Capital.”, finalizou Betinho.


Deixe um Comentário




Veja também