04/04/2020



Pescadores são autuados por pesca ilegal no MS e tem pescado, barcos, motores e petrechos apreendidos

Homens pescavam no Rio Verde e foram surpreendidos pela Polícia Militar Ambiental

Por João Paulo Ferreira - 24/março/2020 - 15:28 | 0 comentários
Interior


A Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas realizava fiscalização no Rio Verde no último domingo (22) pela manhã, no município de Água Clara e autuou dois pescadores, residentes na cidade de Ribas do Rio Pardo, por pesca predatória. Eles iniciavam uma pescaria embarcada, na região conhecida como Cachoeira da Anta e haviam capturado 2 kg de pescado, sendo dois exemplares de peixes da espécie piapara abaixo da medida permitida pela legislação.

Com os pescadores foram apreendidos, o pescado, o barco, um motor de popa com tanque e duas carretilhas com varas. Os policias efetuaram auto de infração administrativo e aplicaram multa no valor de R$ 2.500,00 contra cada autuado. Os pescadores, de 22 e 26 anos, também responderão pelo crime ambiental. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

No mesmo Rio Verde, já no município de Brasilândia, também no domingo (22), no final da tarde, os policiais autuaram outro infrator (42), por pescar sem licença ambiental. Ele pescava embarcado e havia capturado somente um peixe da espécie piau, pesando 1,5 kg. Com o pescador foi apreendido uma carretilha com vara, um barco e um motor de popa. Os policias efetuaram auto de infração administrativo e aplicaram multa no valor de R$ 1.000,00 contra o autuado, residente em Brasilândia.

A pesca sem licença não é crime ambiental. Trata-se apenas de infração administrativa. Pagando a multa, o infrator poderá ter o material apreendido restituído. O peixe será doado para instituições filantrópicas.


Deixe um Comentário




Veja também