26/01/2021



Taxas do Detran-MS são as mais altas do País e precisam ser revistas com urgência, diz Kemp

Por Redação - 02/dezembro/2020 - 19:20 | 0 comentários
Economia


As taxas cobradas pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de MS) aos condutores de Mato Grosso do Sul são as mais altas do País e precisam ser revistas com urgência, principalmente porque a conjuntura nacional de pandemia tem imposta muitas dificuldades financeiras para a população. Para o deputado estadual Pedro Kemp (PT-MS), que apresentou nesta quarta-feira (2), uma indicação de cobrança de revisão das taxas ao governo estadual, os valores são impraticáveis e injustos. “A taxa para quem comprar um carrro novo, emplacar e emitir o primeiro registro é de R$ 496,86 e a vistoria, R$ 177,45”. A taxa para carros novos é a mais cara do Brasil e a cobrada por vistoria é a terceira mais alta. “Solicitamos ao Governo do Estado a alteração da Lei 4.282 de 2012 para rever as taxas cobradas pelo Detran-MS para os serviços de emplacamento, primeiro registro e vistoria veicular”..

A indicação foi encaminhada para o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel.
Hoje, o serviço de primeiro emplacamento no Estado é 49% mais caro que a segunda maior taxa, cobrada no Espírito Santo, R$ 333,20. A menor taxa é a do Maranhão. Para emplacar um carro zero lá, o valor cobrado é de apenas R$ 31,30.
Em Mato Grosso do Sul, o valor da vistoria veicular sofre reajuste mensal conforme a Uferms. Em dezembro ficará em R$ 177,45 atrás apenas do praticado em Minas Gerais, R$ 212,60 e Paraíba, R$ 193,66. No Paraná e Mato Grosso, a vistoria custa, respectivamente, R$ 49,56 e R$ 22,69.

Deixe um Comentário




Veja também