04/12/2020



Conheça a história do Arroz Carreteiro e como ele se tornou um prato típico do Mato Grosso do Sul!

Por Redação - 23/outubro/2020 - 15:39 | 2 comentários
Cultura


Se fizermos o ranking dos pratos mais populares do Brasil, o arroz carreteiro estará entre eles. Surgiu nos pampas gaúchos, chegou até o Mato Grosso do Sul pelos colonos e hoje é o prato central de qualquer refeição.

O prato surgiu quando mercadores ambulantes atravessavam a região em carretas puxadas por bois. O carreteiro valia-se muito da carne de sol em seu cardápio, pois, além de abundante na época, ela se mantinha conservada durante os muitos dias das viagens.

Nascido da necessidade, os carreteiros que atravessavam o sul do Brasil precisavam de alimentação prática e fácil de fazer com ingredientes não perecíveis.

Chegou no Mato Grosso do Sul com os primeiros Bandeirantes e tropeiros que vieram de São Paulo, o arroz carreteiro ainda hoje serve como alimento para os peões durante as comitivas no Pantanal.

Servido no jantar, almoço ou no café da manhã tipicamente pantaneiro, chamado de quebra-torto, é comum em todas fazendas de Mato Grosso do Sul. Além das delícias de um desjejum comum como pães, bolos, geleias, queijo, sucos e leite, o quebra-torto conta com o arroz carreteiro com ovos fritos.

O nome teve origem por causa do modo de vida dos peões. Eles dormiam em redes e acabavam passando a noite em uma posição desconfortável. Quando acordavam diziam que era preciso comer muito, porque o estômago já estava torto de fome. E como lidam com o gado durante toda a manhã, precisam de um café da manhã reforçado para dar conta do serviço. Comer comida de manhã é uma tradição da região pantaneira.



Comentários

  1. Paulo Roberto Oliveira Araújo disse:

    esqueceram da receita do arroz carreteiro.


Deixe um Comentário




Veja também